Quanto valem as leguminosas?

Eu adoro leguminosas e, sempre que possível integro-as no meu almoço e jantar, preferencialmente, como única fonte de hidratos de carbono.

No artigo anterior “O Poder das Leguminosas” pode ver os benefícios do consumo das leguminosas: https://deverasnutritivo.wordpress.com/2019/07/17/o-poder-das-leguminosas/

Mas afinal, quanto “valem” as leguminosas nutricionalmente?

Vou salientar o aporte de glícidos e fibra por cada 100g de alimento cozido:

  • Soja: 6,0g de glícidos e 5,6g de fibra
  • Tremoço: 7,9g de glícidos e 4,8g de fibra
  • Ervilha: 8,1g de glícidos e 7,3g de fibra
  • Feijão manteiga: 15,3g de glícidos e 7g de fibra
  • Feijão-branco: 16,0g de glícidos e 6,7g de fibra
  • Lentilhas: 16,7g de glícidos e 4,4g de fibra
  • Grão-de-bico: 18,2g de glícidos e 5,1g de fibra
  • Feijão-frade: 19,8g de glícidos e 4,7g de fibra

Aconselho que sempre que possível, considerem as leguminosas como fonte de glícidos na refeição principal.

A batata, um alimento tão utilizado na gastronomia portuguesa, tem por 100g de alimento 20,2g de glícidos e apenas 1,6g de fibra.

No caso de não gostar muito ou de ter algum factor que não permita ingerir a quantidade de leguminosas desejável, conselho que

reduza a quantidade de alimentos ricos em amidos…

que habitualmente usa como a batata, arroz e massa e integre alguma porção de leguminosas na refeição principal .

A Nutricionista, Vera Ruivo Dias (0313N)

Anúncios

O poder das leguminosas

As leguminosas são, para mim, o “Às de Ouro” no controlo da diabetes!

As Leguminosas são os grãos que crescem em vagens: ervilhas, favas, lentilhas, feijão seco, grão-de-bico, tremoço e soja.

Embora na Roda dos Alimentos recomende o consumo de 1 a 2 porções destes grupo de alimentos, eu considero que estes alimentos são extraordinários enquanto fonte de glícidos.
Na Pirâmide da Dieta Mediterrânica é aconselhado o consumo de, no mínimo, 2 porções diárias de leguminosas.

Nutricionalmente as leguminosas são ricas em glícidos complexos, proteínas, fibra, vitaminas (como o ácido fólico e a tiamina) e alguns sais minerais (como o ferro, fósforo e o cálcio).

O teor de fibra das leguminosas contribuem para a saciedade e controlo da variabilidade glicemica pós-prandial. Além disso, este tipo de alimentos contribui para o bom funcionamento intestinal e diminuição dos níveis de colesterol sérico.

Na maioria das refeições principais opto, smpre que possível, por comer leguminosas pelo impacto tão positivo que tem na glicemia capilar. Além destes benefícios, as porções das leguminosas representam maior quantidade de alimento ingerido do que quando falamos em batata, arroz ou massa. Pelo que, acabamos por ingerir uma menor quantidade de hidratos de carbono.

O povo lusitano é inteligente!
Ora pense em pratos da Cozinha Tradicional Portuguesa que possuem leguminosas.! Existem vários, como por exemplo:

  • Favas guisadas com entrecosto,
  • Feijoada,
  • Rancho à Portugesa,
  • Cozido à Portuguesa.

No caso de fazermos algumas correções/adaptações a estes pratos podemos torná-los saudáveis! Desafie a sua imaginação =)

Sempre que possível, opte por ingerir leguminosas!

Em 2016 a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação determinou que esse seria o Ano Internacional das Leguminosas, precisamente pela riqueza nutricional e benefícios para a saúde deste grupo de alimentos.

A Nutricionista, Vera Ruivo Dias (0313N)

KitKat sem açúcar adicionado

Várias notícias indicam que a Nestlé vai utilizar a polpa branca no interior do cacau para adoçar naturalmente os seus produtos.

A Nestlé anuncia que irá produzir, no outono, um KitKat com 70% de chocolate negro e com este método de adoçar. Esta é uma forma inovadora de adoçar os produtos =)
Neste sentido, teremos um produto mais interesante para quando precisamos satisfazer a gula =)

De acordo com o indicado eis as diferenças de quantidade de glícidos:

  • 1 barra de KitKat atual: 6,8g de glícidos
  • 1 barra de KitKat com 70% de chocolate negro: 4g de glícidos

Nos últimos anos a indústria alimentar tem sido pressionada para criar produtos nutricinalmente mais saudáveis.

A Nestlé já reduziu entre 2014-2016 10% da quantidade de açúcar em alguns dos produtos da marca. A empresa tem como objetivo reduzir 5% do teor de açúcares até ai ano 2020 =)

Que se sigam mais iniciativas desta área!

Obrigada =)
Vamos aguardar, muito expectantes pelos resultados =)

Referências:
www.dinheirovivo.pt/empresas/nestle-cria-novo-chocolate-kit-kat-sem-acucar-adicionado/
https://saboreiaavida.nestle.pt/produtos

Dados pós atualização do libre

No início desta semana, quando o meu sensor terminou o tempo de vida útil fiz atualização do Libre de acordo com as recomendações do Abbott.

Há uns dias que acordo com os valores elevados. Hoje achei que devia verificar com a glicemia capilar. Como fi o resultado?

Perfeito: 202 mg/dl em ambas as avaliações =)

Agora há que agir e alterar as basais de modo a inverter este incremento que se tem registado.

A diabetes exige-nos dedicação e ajustes constantes.

É como a expressão portuguesa: Dançamos de acordo com a música!

(Artigo da Atualização do FreesStyle Libre)

Campo de Férias da Associação Diab(r)etes

Decorreu nos dias 8, 9 e 10 de junho o 1.º Campo de Férias para pessoas com diabetes mellitus tipo 1 adultas em Portugal.

Este Campo de Férias aconteceu graças aos apoios: Abbott, Ação 360º, Go On Living, MedTrust-Wellion, Roche e da Sociedade Portuguesa de Diabetologia.

O campo decorreu na Quinta da Omnia em Santarém.

No Campo estiveram presentes profissionais de saúde: Dra. Diana Oliveira, Dr. Bernardo de Almeida Marques, Enfermeira Ema Carvalho, Enfermeira Marlene e eu como nutricionista.

As atividades foram inúmeras e muito divertidas: equitação, workshop de ilusionismo, paintball, torneio entre equipas tiro ao alvo, atividades de competição, entre outras. Algumas pode ver nas imagens ao longo do artigo.

O convívio com a natureza e os animais, o Galileu, a Cleo, a Olívia, foi algo que nos permitiu desligarmo-nos do mundo e dos nossos dia-a-dia.

Relativamente às formação tivémos vários momentos:

  • Sessão de uso do mySugr: aprendemos a usar o mySugr com o Accu Chek Guide. Uma vez que o mySugr é uma das apps mais utilizadas em todo o mundo juntamente com o Accu Chek Guide, para a gestão da diabetes.
  • Workshop de receitas low carb com a @Alefitmom, que comidinhas deliciosas =) Aprendemos receitas e estratégias para usar nestas receitas.
  • Sessão e dicussão sobre gestão da diabetes na prática desportiva.
  • Sessão e discussão sobre a aceitação da patologia. Este foi um dos que considero dos melhores momentos do campo de férias. Partilhámos experiências preocupações e estratégis para ultrapassar dificuldades que sentimos.

A convivência com pessoas com diabetes é um dos momentos mais enriquecedores para nós. Existem dificuldades e estratégias que conseguimos partilhar e aprender com os pares.

Sei que todos nós viemos mais ricos desta experiência. Todos nós mudamos nestas atividades.

Viver com diabetes tem estes momentos bons! Estar com pessoas especiais que só conhecemos porque temos a patologia!

Obrigada à Sociedade Portuguesa de Diabetologia, e a todos os apoiantes que permitiram tornar este projeto uma realidade. =)
Obrigada a todos os participantes que tornaram estes dias fantásticos!

Se quiser saber mais sobre a Associação Diab(r)etes consulte:

Facebook: http://www.facebook.com/osdiabretes

Instagram: @associacaodiabretes

Obrigada caríssimo Presidente da Associação, Sérgio Louro e restante DIreção, por tornarem esta atividade um sucesso =)

A Miss “Eu tenho diabetes”, Vera Ruivo Dias

Cateter dobrado =(

No outro dia, fiz um dia com redução da ingestão de glicidos afim de avaliar a situação da basal.

A partir do jantar em que comi 5g de glícidos e o valor, que estava a 155mg/dl, subiuuuuuu….

Ok, fui corrigindo, ainda assim, o valor mal mexia.

Estraguei tudo quando ao fim da noite fui beber 2 cervejas com amigos. Evito ao máximo beber pelas hiperglicemias que me provocam, mas como nos arraiais das festas populares portuguesas só existe: vinho, cerveja ou água, e eu já tinha bebido 2 águas previamente.
Definitivamente, foi uma má escolha =)

Quando eu cheguei a casa, tinha fome, pelo que fui comer glícidos … e fui para a cama.

Quando acordei percebi que andei nos Alpes suiços!! =( os valores estiveram elevadíssimos!

Fui trocar o cateter. Avaliei corpos cetónicos, deu negativo, 0.1 mmol/L

Percebi que o devia ter feito antes… estava dobrado, justificando a descompensação que tive.

Bem tenho que coocar alarmes no xDrip a valores maiores que 250mg/dl. e tentar evitar que esta situação se repita.

Maravilhoso seria se a situação se tivesse normalizado, mas não.

Foi um dia absolutamente caótico!

Só às 17h os valores normalizaram! Que imensa luta! Mas temos que lhe dar a volta!

Vera Ruivo Dias

Diab(r)etes manifestam as necessidades das pessoas com diabetes

No passado dia 26 de junho a Associação Diab(r)etes foi ao Parlamento reunir com os grupos parlamentares que manifestaram disponibilidade afim de indicar algumas das preocupações das pessoas com diabetes, como:

  • Apoio na escola às crianças e adolescentes com diabetes;
  • Importância da promoção da prática da atividade física e de uma alimentação saudável;
  • Formação aos profissionais da área escolar, mas também, mais formação específica para profissionais da área de saúde,
  • Acesso a bombas perfusoras de insulina em qualquer faixa etária, desde que a pessoa seja elegível. Foi explicado alguns benefícios a curto e longo prazo do uso das mesmas. Referência à Iniciativa Legislativa de Cidadãos que está a decorrer. Discussão dos projetos de resolusão apresentados pelo Bloco de Esquerda e PCP.

SENSIBILIZAÇÃO, PREVENÇÃO, PROMOÇÃO, BOMBAS DE INSULINA, PÂNCREAS ARTIFICIAIS, MEDIDORES CONTÍNUOS DE GLICOSE

O tema da Associação Diab(r)etes é “Mais que um grupo… uma família!” e de facto, todos juntos é que conseguimos que sintam as nossas necessidades e as compreendam. Todos temos essa responsabilidade em manifestar as nossas necessidades

A Iniciativa Legislativa de Cidadãos já tem o apoio de várias entidades nacionais:

  • Sociedade Portuguesa de Diabetologia
  • Sociedade Portuguesa de Medicina Interna
  • Sociedade Portguesa de Endocrinologia e Diabetologia Pediátrica
  • Federação Portuguesa das Associação de Pessoas com Diabetes
  • Associação Protetora de Diabéticos de Portugal

SITE DA INCIATIVA LEGISLATIVA: 
https://participacao.parlamento.pt/initiatives/604?fbclid=IwAR1VDL7N-F-Ich279wOxVq-GxIfsFD81EGXO1ejDhxiP94hyGKDxHwMbyFk

Porquê a Iniciativa Legislativa de Cidadãos:
https://www.facebook.com/osdiabretes/videos/340281016684424/

Poderá consultar na página da Associação Diab(r)etes o artigo mais pormenorizado sobre as reuniões em: https://www.diabretes.pt/sensibilizacao-prevencap-promocao-bombas-de-insulina-pancreas-artificiais-medidores-continuos-de-glicose/

Marcamos a vida de quem amamos…

Há uns tempos fiz uma artigo sobre o facto da diabetes marcar as pessoas de que nos rodeiam e de quem nos ama (pode ler esse artigo clicando aqui).

Pois hoje partilho mais uma história convosco. Tenho um sobrinho lindo, como todos os outros sobrinhos, mas ele é castiço! O pimpolho tem 2 anos =)

No outro dia estava eu a fazer qualquer coisa e o pequenito lá andava… e comecei a ouvir “Ti Veaaa, Ti Veaaa” [que sou eu =) ], e lá vinha o pequeno (90cm de pessoa) com a ACCU-CHEK Aviva Combo na mão a dizer “Ti Veaaa máquina Dodoi Ti Veaa põe aqui” e apontava para a minha cintura onde tinha a Bomba Perfusora de Insulina ACCU-CHEK Spirit Combo.

Portanto, senhores da ACCU-CHEK é favor colocar um suporte no Aviva Combo para colocar a cintura como a bomba “XAXABOR”, como diz o meu sobrinho!

A Miss “Eu tenho diabetes”, Vera Ruivo Dias

Suzanne Johnson sobre o impacto da diabetes

A Psicologa norte-americana Suzanne Johnson participou numa entrevista em que salienta o estado de saúde da população mundial com destaque Às patologias mais frequentes atualmente e responsáveis por um maior número de mortes no presente.

Aqui indica, como sabemos, que as patologias mais frequentes são patologias do foro comportamental como o sedentarismo, excesso de peso, diabetes, dislipedemia, entre outras.

Neste sentido, na entrevista dá um destaque as pessoas com diagnóstico de diabetes tipo 1 e seus cuidadores:

“Quem tem diabetes tipo 1 recebeu uma cruz sem ter culpa nenhuma, foi-lhe dado um desafio seríssimo para a vida sem ser perdido nem achado. O meu trabalho enquanto psicóloga é ajudar os doentes a incorporar esse desafio, a mostrar que, ainda assim, podem viver uma vida longa e feliz. ”

Leia a notícia completa em: https://24.sapo.pt/atualidade/artigos/suzanne-johnson-a-diabetes-esta-a-aumentar-em-todo-o-mundo-e-a-sexta-doenca-que-mais-mata?fbclid=IwAR1u-0VDtcuFohiD5GfP49p64KxrJ31IWZrEewO99oxC65qjfzH-qw5Gf5U#_swa_cname=sapo24_share&_swa_cmedium=web&_swa_csource=facebook&utm_source=facebook&utm_medium=web&utm_campaign=sapo24_share

De salientar que para esta entrevista foram consideradas algumas perguntas feitas a pessoas com diabetes em Portugal =)

De facto, a literacia em saúde e educação para a saúde serão um dos maiores invetimentos que pode ser feito nas sociedades atuais!

A Nutricionista, Vera Ruivo Dias (0313N)

Fotografias: L. Aguiar-Conraria e António Vieira em 2.ºEncontro Nacional dos Diab(r)etes na Sertã

Consulta…

A gestão a diabetes é uma tarefa difícil e muito exigente. Não digo que seja o pior, mas por vezes cansa.
Porquê?

Exatamente porque temos todo o nosso dia-a-dia, mas esta nossa amiga que sobeeee e desceeee por vezes sem que lhe consigamos esticar a mão a tempo para a agarrar…

Felizmente a evolução tecnológica tem sido tremenda e a oferta de dispositivos para melhorar a variação da glicemia, tem-nos facilitado a vida e a nossa capacidade de atingir os objetivos.

Mas existe uma coisa que a diabetes exige sempreeeee: dedicação… A sua ausência dificulta o controlo e reflete-se imediatamente…. dominuição da prática de atividade física, contagem de equivalentes a hidratos de carbono menos correta, administração de insulina, tantas falhas que podem existir, … É fácil falhar.

Bem mais uma consulta com 11% de hipoglicemias, 68% euglicemias, hemoglobina glicada 6.4%. Registo de 2 hipoglicemias assintomáticas. Regressão na eficácia da gestão da diabetes, porquê? Dedicação e tempo concedido à diabetes.
Sentimento de falha… Agora é escolher dominar a Madame =)

Enxaguar as lágrimas e identificar os aspectos e comportamentos a re-modificar, novamente.

A Diabetes é isto, uma doença no formato de uma bola de neve =)

Um abraço a todos!
A Miss “Eu tenho diabetes” Vera Ruivo Dias